Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Valeu, STF

Cariocas homenageiam ministros do Supremo

Manifestantes do movimento “Valeu, STF”, foram para a orla da Zona Sul do Rio homenagear os ministros do Supremo Tribunal Federal pelo andamento do processo do julgamento do mensalão. A reportagem foi publicada no site de notícias G1. 

Com capas pretas e máscaras do ministro Joaquim Barbosa — relator do processo—  os manifestantes caminharam do Posto 12, no Leblon, ao Posto 9, em Ipanema, onde se reuniram para celebrar o que chamaram de fim da “pizzaria Brasil”.

O organizador do ato, jornalista Altamir Tojal diz que é hora de aplaudir o STF pela coragem no julgamento do mensalão e pedir para que as sentenças sejam cumpridas e que o dinheiro roubado do povo pelos políticos corruptos seja devolvido.

Durante a marcha, somente o nome do ministro Ricardo Lewandowski — revisor do processo e que votou pela absolvição de 13 réus do crime de formação de quadrilha — era vaiado. 

A manifestação, segundo Tojal, nasceu no Facebook e em um blog que mantém sobre as notícias do julgamento do mensalão. O grupo já organizou outras manifestações no Rio, como o movimento pelos plenos poderes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pela constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa e pela marcação do julgamento do mensalão. 

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2012, 19h21

Comentários de leitores

2 comentários

Rábula ou leguleio? Eis a questão!

Observadordejuris (Defensor Público Estadual)

Roberval, você é advogado ou um leguleio ou rábula, tanto faz. Pelo teor jurídico de seu comentário, creio ser a segunda opção. Corte Internacional de Direitis Humanos? Com base em que, cara pálida. Vá estudar mais e pare de vomitar abobrinhas. Arre égua!!!

Calma! Falta a última rodada!

Jaderbal (Advogado Autônomo)

Trata-se de um grupo pequeno e inexpressivo e que foi parar no portal G1 por motivos ainda obscuros. Estão dizendo que é um novo movimento "Cansei", mas não creio que chegue a tanto.
O que interessa nessa história de mensalão é o seguinte: no Brasil, a condenação por crime em instância única é proibida por tratado internacional com status de emenda constitucional e de cláusula pétrea.
O STF deveria ter economizado os recursos públicos gastos com essa teatralização toda e declarar isso antes de começar esse fatídico julgamento.
Duro para o PT é admitir que tem culpa no fiasco que foi esse julgamento. Afinal, foram presidentes filiados a esse partido quem colocaram o Barbosa e a maioria dos Ministros lá.
Da próxima vez, que escolham o ministro com base em seu passado e não por escolhas politicamente corretas, como cor e sexo.
Quero só ver se a teoria do domínio do fato vai virar a regra daqui para adiante. Diretores de multinacionais que perpetram crimes ambientais, tremei!
Agora é aguardar a decisão da Corte Interamericana de Direitos Humanos.
Ou será que haverá alguma tentativa de golpe com o discurso de "decisão soberana"?
Ou ainda: alguém acredita que o Julgamento do Milênio está prestes a acabar?

Comentários encerrados em 29/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.