Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exame de Ordem

Anuladas três questões da primeira fase da prova

Três questões da primeira fase da prova do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil foram anuladas, em comunicado divulgado na sexta-feira (5/8) pela FGV Projetos, responsável pela aplicação do exame. A instituição não explica as razões da anulação das três questões. As informações são do portal G1.

Segundo o comunicado, foram anuladas as questões 34, 64 e 79 do caderno de prova tipo 1 e suas correspondentes nos cadernos tipo 2, 3 e 4, sendo atribuídas as respectivas pontuações a todos os candidatos. Excetuando-se essas anulações, foi homologado o gabarito apresentado pela Fundação Getúlio Vargas.

A prova foi realizada no dia 17 de julho e reuniu 80 questões de múltipla escolha. Estavam inscritos 121.309 candidatos. A segunda fase do exame, a prova prático-profissional, será realizada em 21 de agosto, das 14h às 19h. Nesta prova, os candidatos terão de redigir uma peça processual e responder quatro questões.

O último exame da OAB, realizado no início deste ano, reprovou 88,275% dos 106.891 bacharéis em direito inscritos. Do total, apenas 12.534 candidatos foram aprovados, de acordo com a OAB. O índice de reprovação da edição anterior já havia chegado a quase 90%.

Revista Consultor Jurídico, 5 de agosto de 2011, 22h43

Comentários de leitores

1 comentário

Perólas do Exame

Flávio Souza (Outros)

Errar é humano, entretanto para aqueles que se autodenominam "donos da sabedoria" zombando de quem tropeça na gramática é mais lastimável ainda. Falo isso porque outro dia li reportagem expondo erros de gramática de candidatos(as) que prestaram o Exame. Portanto, quem elaborou tais provas e deslizou na confecção da pergunta e/ou resposta, deve tb refletir sobre seu papel. De outro lado, a sociedade, o Poder Público (MEC, MPF e Congresso Nacional) devem exigir que a FGV/OAB divulguem a resposta ao recurso impetrado pelo candidato(a), pois a resposta é importante para que fiquemos sabendo qual é a fundamentação aplicada a questão motivo do imbróglio, afinal, entre os tribunais vemos constantemente discordâncias sobre posicionamento e interpretações e nesse particular, eu enquanto sociedade quero saber o critério é fundamentação seguido pela FGV/OAB.

Comentários encerrados em 13/08/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.