Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Corte completa

TJ paulista tem novos desembargadores

Pedro Luiz Baccarat da Silva e Marco Antonio de Lorenzi - Antonio Carreta/TJ-SP

Marco Antonio de Lorenzi e Pedro Luiz Baccarat da Silva são os novos desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo. A solenidade de posse, realizada nesta segunda-feira (13/9) no Salão do Júri do Palácio da Justiça, foi conduzida pelo presidente do TJ-SP, desembargador Antonio Carlos Viana Santos. A corte conta agora com 356 desembargadores.

Lorenzi afirmou em seu discurso que sente-se plenamente preparado para o desafio. “Estou pronto para a batalha que se inicia, com mais experiência. Comprometo-me a continuar observando as leis vigentes, para que possa ter um sono tranquilo, sem qualquer arrependimento”, concluiu. Baccarat da Silva destacou que só tem a agradecer por esse momento tão importante em sua carreira. “Estou orgulhoso por integrar a maior corte do país.”

Para o desembargador Fernando Antonio Torres Garcia, que falou em nome do TJ-SP, os novos desembargadores atendem aos anseios de uma prestação jurisdicional justa. “A bagagem adquirida nos quase 30 anos de Judiciário dá-nos a certeza de que os dois continuarão a distribuir Justiça. São homens dedicados e preocupados com a realidade atual, dispostos a cumprir, à risca, o juramento que fizeram como juízes substitutos e que hoje é ratificado e renovado, no instante em que ascendem ao mais elevado degrau de suas impolutas carreiras.”

Também participaram da solenidade o secretário-adjunto da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, Gustavo Gonçalves Ungaro, representando o governador; o corregedor-geral da Justiça, desembargador Antonio Carlos Munhoz Soares, entre outras autoridades.

Perfil
Marco Antonio de Lorenzi nasceu na cidade de São Paulo, em 1951, e formou-se pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Começou no TJ-SP como menor colaborador, foi escrevente e, em 1985, ingressou na magistratura como juiz-substituto na 2ª Circunscrição Judiciária, em São Bernardo do Campo. Lorenzi passou por Iguape, Santa Bárbara D’Oeste, Baureri e pela capital. Em 18 de agosto, foi promovido ao cargo de desembargador.

Pedro Luiz Baccarat da Silva também nasceu na capital, em 1959, e terminou a faculdade de Direito na PUC-SP. Iniciou a carreira como estagiário do professor-doutor Silvio Rodrigues. Em 1985, tomou posse como juiz-substituto na 3ª Circunscrição Judiciária, em Santo André, e passou por Jacupiranga, Porto Ferreira, Osasco e pela capital. O magistrado também foi promovido ao cargo de desembargador em 18 de agosto. Com informações da Assessoria de Imprensa TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 15 de setembro de 2010, 7h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/09/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.