Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novo ministro

Raul Araújo Filho toma posse no STJ

Ex-integrante do Tribunal de Justiça do Ceará, Raul Araújo Filho tomou posse como ministro do Superior Tribunal de Justiça nesta quarta-feira (12/5). Ele teve seu nome aprovado para o cargo de ministro em 28 de abril pelo Plenário do Senado Federal.

Indicado para a vaga deocrrente da aposentadoria do ministro Paulo Gallotti, ele já havia sido aprovado, por unanimidade, em sabatina pelos integrantes da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania daquela Casa legislativa. Na solenidade de posse, o presidente do Tribunal, ministro Cesar Asfor Rocha, saudou o colega. “Ao nosso abraço de boas-vindas, associamos o profundo desejo de que entre nós seja tão bem-sucedido e feliz quanto foi nas instituições em que trabalhou. Tenho a certeza que em muito contribuirá para que o Superior Tribunal de Justiça continue a cumprir satisfatoriamente a missão que lhe destinou a Constituição Federal”, disse.

Para o ex-ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, o ministro terá um papel extremamente importante no STJ. O desembargador Ademar Mendes Bezerra, do Tribunal de Justiça do Ceará, concordou. “Raul Araújo Filho chega ao STJ com 30 anos de carreira. É um brilhante desembargador, que sempre está ao lado do que é novo, das mudanças. É um jovem com muito talento, cultura e honorabilidade”, elogiou.

Compareceu à cerimônia o ministro do Supremo Tribunal Federal, o ministro do Supremo, Dias Toffoli; o advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams, representou o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Também estiveram presentes à posse o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante.

Raul Araújo Filho é bacharel em Direito, desde 1981, pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará  e em Economia, desde 1985, pela Universidade de Fortaleza. Tem 50 anos, é natural de Fortaleza e construiu sua carreira naquele estado. Além de desembargador do Tribunal de Justiça cearense, é professor do curso de Direito da Unifor. Antes de compor o TJ-CE, atuou como advogado, promotor de Justiça das três entrâncias, procurador do estado do Ceará e procurador-geral do estado do Ceará. É especialista em Ordem Jurídica Constitucional, pelo Curso de Mestrado em Direito Público da Faculdade de Direito da UFCE, onde concluiu o curso em dezembro de 1985. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 12 de maio de 2010, 21h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/05/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.