Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Direito homenageado

STF terá missa no trigésimo dia da morte de ministro

A missa que marca o trigésimo dia da morte do ministro Carlos Alberto Menezes Direito será no próximo dia 1º de outubro. A homenagem será no Salão Branco do Supremo Tribunal Federal, às 11h, com a presença de familiares e amigos.

Menezes Direito morreu no início de setembro depois de ficar afastado por cerca de quatro meses para tratamento médico. Ele tinha 66 anos e desde 2007 atuava como ministro do Supremo. Indicado para ocupar a cadeira em 2007, ele já havia atuado durante onze anos como ministro do Superior Tribunal de Justiça e também atuou como ministro do Tribunal Superior Eleitoral.

Admirado por juristas e por grandes nomes do Judiciário, Menezes Direito era conhecido também por ser um grande humanista e pelos votos detalhados que levava ao Plenário.

Na ocasião da morte, o ministro Gilmar Mendes, presidente do STF, declarou que o Brasil perdia um grande jurista e grande homem. Segundo ele, Menezes Direito era o juiz mais novo no Tribunal por conta da antiguidade, mas era muito experiente e tinha muito a ensinar a seus colegas. “Eu perco um grande amigo e perco também um grande conselheiro”, disse o presidente do STF na ocasião. Com informações da Assessoria de Imprensa do Supremo Tribunal Federal.

Revista Consultor Jurídico, 28 de setembro de 2009, 16h03

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/10/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.