Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fim de jogo

TJ aceita denúncia contra acusado de matar torcedor

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal aceitou, na quinta-feira (8/1), denúncia contra o sargento da Polícia Militar José Luiz Carvalho Barreto, que atirou em um torcedor antes do jogo entre São Paulo e Goiás no dia 7 de dezembro. O tocerdor do São Paulo, Nilton César de Jesus, 26 anos, morreu cinco dias depois.
 
O promotor Paulo Gomes, da Promotoria Militar do Ministério Público do Distrito Federal, apresentou denúncia em que acusa o sargento de agressão culposa. A denúncia do promotor traz ainda um agravante porque o torcedor morreu, informa o Correio Brazilienze.
 
A denúncia diz que o sargento "desferiu uma coronhada na região supra-escapular do civil Nilton César de Jesus, provocando um disparo acidental que veio a atingir a região cervical e occipital da vítima, que, por conseqüência, veio a óbito".
 
O policial também foi denunciado por lesão culposa. Isso porque resquícios da bala disparada contra Nilton atingiram outra pessoa. Segundo o Código Penal Militar, o sargento pode pegar até oito anos de prisão. O sargento e testemunhas do caso devem ser ouvidos ainda este mês. A Polícia Civil também irá apresentar inquérito contra o acusado.
 
Para o advogado Ibaneis Rocha, vice-presidente da OAB do Distrito Federal, a morte do torcedor foi mais uma “demonstração patente da incompetência da Polícia Militar do Distrito Federal”. César Jesus, integrante de uma torcida organizada do São Paulo, foi de ônibus da capital paulista para o Gama, exclusivamente para assistir a partida.

Revista Consultor Jurídico, 10 de janeiro de 2009, 13h52

Comentários de leitores

2 comentários

correção

Lazzaro Costa (Técnico de Informática)

onde se lê (imcompetência e imcapacidade) leia-se incompetência e incapacidade.

Indignação..

Lazzaro Costa (Técnico de Informática)

Em entrevista dias após o fato, Médico de Brasília onde o Rapaz ficou internado e veio a obto, Vem a midia nacional e divulga o laudo informando que o Motivo da Morte foi a coronhada...Então tá, o projetil é só uma pequena consequência, nada não.
Me poupe, a filmagem por si só dispensa qualquer comentário.
Isto é o exageiro na tentativa de minimizar os fatos, não duvido nada se este Doutor não for chamado como testemunha especialista do acusado.
Só em Brasília mesmo.
Isto sem falar da imcompetência do Sargento, demonstrando claramente a total imcapacidade e falta de treinamento da classe. O mesmo já não pódemos dizer em relaçao ao soldo dos Policiais Militares de Brasília que são os mais altos de todo este "Nosso Brasil"

Comentários encerrados em 18/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.