Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novo mandato

Varejão é reeleito procurador-geral de Justiça de Pernambuco

Paulo Varejão continua mais dois anos como procurador-geral de Justiça de Pernambuco. Ele foi escolhido pelo governador Eduardo Campos nesta segunda-feira (5/1).

Varejão era um dos nomes da lista tríplice encaminhada ao governador pelo chefe de gabinete do Ministério Público de Pernambuco, promotor Ricardo Coelho. A eleição para escolher o chefe do MP-PE foi nesta segunda-feira (5/1). Varejão obteve 211 votos; seguido de Laís Teixeira, com 129; e Itabira de Brito, com 113.

O procurador-geral de Justiça, que deve ficar no posto até 2010, afirmou que o resultado da votação reflete os trabalhos efetuados em sua gestão de 2007 e 2008 “ pautados pela democracia, transparência e descentralização administrativa".

Revista Consultor Jurídico, 6 de janeiro de 2009, 17h22

Comentários de leitores

1 comentário

Qdo o fiscalizado não terá mais poder para elej...

M.P. (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Qdo o fiscalizado não terá mais poder para elejer seu próprio fiscal? President e Governadores têm de ser retirados do processo de escolha dos chefes dos MPs, sob pena de se manter a total DEPENDÊNCIA e SUBSERVIÊNICA do MP ao Poder Executivo.

Comentários encerrados em 14/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.