Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Apoio federal

Caiu número de rebeliões nos estados, aponta MJ

O Sistema Penitenciário Federal, do Ministério da Justiça, criado para apoiar os estados no combate ao crime organizado, encerrou o ano com 343 presos custodiados nas unidades de Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO). Em janeiro de 2010, com a unidade em Mossoró (RN) o número de presos pode chegar a 457. Segundo o Ministério da Justiça, após a criação do SPF houve uma redução em mais de 80% nos eventos críticos nos estados como rebeliões e motins.

Desde a criação do SPF os estados solicitaram, aproximadamente, 1.200 vagas para a transferência de presos. Alguns pedidos ainda estão em análise no Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e por juizes federais e estaduais de execução penal.

O diretor do SPF, Wilson Salles Damázio, diz que os presídios federais de segurança máxima foram fundamentais para o controle do crime organizado no país. “A expertise desenvolvida pelo SPF tem contribuído, ainda, com apoio na área de inteligência, fazendo varredura em várias unidades estaduais, a fim de detectar aparelhos celulares e de coibir outras práticas que permitem que criminosos continuem atuando dentro dos presídios”. Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério da Justiça.

Revista Consultor Jurídico, 29 de dezembro de 2009, 12h26

Comentários de leitores

1 comentário

Um sistema prisional espetacular!

omartini (Outros - Civil)

O sistema prisional federal é tão espetacular que deveria ser tremendamente ampliado! Atendendo APENAS a 0,0686% não tem sequer poder de amostragem na população carcerária de 500.000 presos.
Mas o ufanismo governista não pode deixar de ser incentivado. Quem sabe a federalização dos presídios não seja a única maneira de humanizar e dar segurança à população refém do crime?
Mas quantos presídios federais o governo se comprometeu a construir, logo no primeiro mandato?
Quantos construiu....

Comentários encerrados em 06/01/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.