Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prova unificada

OAB-SP abre inscrições para o Exame de Ordem

A OAB-SP abriu as inscrições para o Exame de Ordem Unificado. Os bacharéis que quiserem concorrer devem se inscrever no site da entidade até as 23h59 do dia 16 de agosto (domingo). A taxa de R$ 180 pode ser paga em qualquer agência bancária, por meio do boleto impresso. O único comprovante de inscrição aceito no dia da prova será o boleto bancário autenticado.

Os candidatos deverão ter domicílio eleitoral ou de formação acadêmica no estado de São Paulo. Quem desejar fazer a prova em outro estado basta indicar no ato da inscrição a cidade em que pretende fazer. A prova será aplicada em todas as cidades no mesmo dia e horário.

A primeira fase do Exame SP 139 será feita no dia 13 de setembro, às 14h. Os locais de realização da prova objetiva serão divulgados no site da OAB-SP e na sede da seção de São Paulo, provavelmente a partir do dia 8 de setembro. A prova objetiva terá a duração de cinco horas. Os candidatos que acertarem no mínimo 50% das 100 questões de múltipla escolha estarão habilitados a prestar a segunda fase, de caráter discursivo.

A segunda fase inclui a redação de peça jurídica e de cinco questões práticas. No momento da inscrição, o candidato deverá optar por uma das seguintes áreas: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal ou Direito Tributário.

O candidato deverá comparecer ao local da prova objetiva com antecedência mínima de uma hora, só com caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, do comprovante de inscrição e do documento de identidade original. Não será permitido o uso de lápis, lapiseira, borracha e/ou corretivo de qualquer espécie durante as provas. O examinando deverá permanecer obrigatoriamente no local das provas por no mínimo duas horas e 30 minutos após o seu início.

Será eliminado do Exame o candidato que, durante as provas, for surpreendido portando aparelhos eletrônicos, tais como bip, telefone celular, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, máquina de calcular, máquina fotográfica, controle de alarme de carro ou quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné, gorro.

A aprovação no Exame de Ordem é uma exigência da Lei 8.904/94 para o exercício da profissão de advogado. Todas as questões da prova foram elaboradas pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe), instituição ligada à Universidade de Brasília. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-SP.

Revista Consultor Jurídico, 6 de agosto de 2009, 0h59

Comentários de leitores

4 comentários

CONTINUAM AS APOSTAS

Júnior Brasil (Advogado Autônomo - Consumidor)

continuo apostando que: o tal "movimento" não passa de um movimento político; o Congresso não é doido de afundar o país com o fim do exame de ordem; o STF nunca declarará a incostitucionalidade, pois ela não existe; quem não consegue passar no exame de ordem depois de algum tempo É UM INCAPAZ de se dizer advogado.
.
.
Agora, disso eu não aposto, mas tenho certeza: quem exerce a advocacia sem ser advogado, é contraventor (LCP) e pratica a rabulice; quem fica tentando se tornar advogado de forma obliqua, sequer foi selecionado seriamente na faculdade em que fez seu curso; que basta estudar para passar nessa prova, e quem não estuda,é porque não gosta de estudar e deveria estar noutro rumo.
.
No país dos rábulas, desejo sucesso aos bacharéis e estudantes honestos.
.
E quanto a estas audiências inúteis do Senado, ainda estou pagando pra ver algo eficaz e não palavrório de quem tem filho que não passou no exame de ordem.
.
EU SENTIRIA VERGONHA DE UM FILHO ASSIM !
.
Por fim, ao invés de apostar, que tal estudar? (rimou...rs)

AUDIÊNCIA PÚBLICA

WLStorer (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Quer ver quem é que faz piadinha de verdade? É só assistir no YouTube a Audiência Pública no Senado sobre o Exame de Ordem.

APOSTA

Júnior Brasil (Advogado Autônomo - Consumidor)

eu aposto com qualquer pessoa que: 1- aquele que estudar, vai passar; 2- aquele que não matou aula e estudou, tem chances de passar na primeira; 3- aqueles que não pediam de forma contumaz para falarem presença para eles, têm chance de passar; 4- aqueles que não colavam, podem passar.
.
.
.
Eu tento levar a sério essa molecada que suja a ciência jurídica com suas piadinhas, mas é impossível.
.
.
Parabéns a todos os estudantes e bacharéis de boa-fé que acordam cedinho e levam a Ciência Jurídica a sério, estudando muito, pois é disso que o Brasil precisa. Parabéns, mas só para vocês!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 14/08/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.