Notícias

Troca inesperada

SKY muda TV Justiça de canal sem avisar usuários

Ministros dos tribunais superiores e do Supremo Tribunal Federal foram surpreendidos com a mudança de canal da TV Justiça dentro da SKY. Nesta semana, os ministros e parte da comunidade jurídica reclamaram que a troca foi feita sem a necessária publicidade.

Até então, o canal da TV Justiça era o 95. Agora, sem qualquer aviso, passou a ser o 117. Para ministros, a atitude da SKY foi uma falta de respeito.

Também foram mudados de canal a TV Câmara, TV Senado, TVE, Cultura e TV Escolar, que foram deslocados para os canais depois do número 100, onde estão os menos acessados pelos usuários.

Pessoas que tentaram ligar na SKY para reclamar dizem não ter sido atendidas. Na home page da empresa não há qualquer informação sobre a troca de canais.

Revista Consultor Jurídico, 8 de agosto de 2007

Comentários

Comentários de leitores: 7 comentários

11/08/2007 23:08 futuka (Consultor)
"tv justiça & iscái,putz!" ..desculpe conjur m...
"tv justiça & iscái,putz!" ..desculpe conjur me esqueci ..sôbre o que mesmo eu deveria comentar..deu um branco.
11/08/2007 20:48 PromotorOTO (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)
Não concordo a opinião sobre a qualidade. A pro...
Não concordo a opinião sobre a qualidade. A programação da TV Justiça é de altíssima qualidade e será cada vez mais, com a veiculação dos programas em Tv aberta. Isso traz cidadania para quem quer. Para quem não quer, recomendo que veja boa música engajada que critica a "classe média", fala em pena de morte e redução da idade penal para quem já cumpre pena de vida: https://intranet.mpdft.gov.br/exchweb/bin/redir.asp?URL=http://www.youtube.com/watch?v=KfTovA3qGCs.
10/08/2007 21:24 ruialex (Advogado Autônomo - Administrativa)
NEM PERCEBI QUE TINHAM MUDADO DE CANAL. AFINAL ...
NEM PERCEBI QUE TINHAM MUDADO DE CANAL. AFINAL QUEM VÊ "TV JUSTIÇA" OU COMO DIZEM POR AI "TV INJUSTIÇA". É MAIS UMA "HORA DO BRASIL", AGORA NA TV. É UM ABSURDO MANTER UM CANAL DE PÉSSIMA QUALIDADE COMO É A "TV JUSTIÇA".

Ver todos comentários

A seção de comentários deste texto foi encerrada em 16/08/2007.