Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Conhecendo o Judiciário

Vidigal firmará convênio com a Bovespa para estágios

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Edson Vidigal, mostrou nesta terça-feira (24/1) disposição em formalizar um convênio com a Bolsa de Valores de São Paulo para indicação de estagiários, estudantes de Direito, à Corte. Vidigal esteve em reunião-almoço com os integrantes do Conselho de Administração da Bovespa.

“Vamos abrir o Tribunal para estagiários que a Bolsa de Valores possa indicar. Antes de deixar a Presidência do STJ, deixaremos esse convênio assinado e, inclusive, com a definição da primeira turma que irá conhecer o Tribunal”, afirmou o ministro.

Programa de estágios

O programa de estágios no STJ tem sido uma das marcas da administração do ministro Vidigal à frente da Presidência do Tribunal. Esta semana será concluída mais uma etapa do procedimento não-remunerado, que contou a participação de 48 alunos dos cursos de Direito dos mais diversos estados no acompanhamento da rotina da Corte.

Na semana passada, numa reunião com o presidente da Fiesp —Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, em seu gabinete, o ministro Vidigal apresentou a sugestão para que a entidade possa ser parte desse procedimento. O empresário aprovou o modelo e dentro de mais alguns dias deve ser formalizado convênio para que as próximas turmas de estágio não-remunerado venham a contar com o apoio daquela federação.

Na mesma linha de atuação, o ministro Vidigal já iniciou entendimentos com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do município do Rio de Janeiro para que seus associados possam visitar o STJ. O presidente do sindicato, Aziz Filho, está acertando detalhes sobre essa questão com a assessoria de comunicação social do Tribunal.

O programa de estágio não-remunerado ocorre nos meses de janeiro e julho. Os estudantes dos cursos de Direito podem fazer as inscrições pelo site do STJ e, a partir da seleção, se forma o grupo que passará duas semanas nos diversos setores da Corte.

Revista Consultor Jurídico, 25 de janeiro de 2006, 7h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.