Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morte nos Andes

Procurador de Justiça de Minas morre em acidente aéreo

O procurador de Justiça de Minas Gerais, Marco Túlio Coimbra Silva, morreu nesta terça-feira (3/1) quando o avião em que viajava caiu sobre a Cordilheira dos Andes, na província argentina de Mendoza. Viajavam no avião, a mulher do procurador Sandra Matos Ferrari, o oftalmologista Eilson Krueger Leite e Lucinei Vieira de Matos. Todos morreram no acidente.

O grupo iniciou viagem saindo de Belo Horizonte no dia 27 de dezembro, com escalas em Foz do Iguaçu, e nas cidades argentinas de Córdoba e Mendoza. Krueger, que era amigo de Coimbra, pilotava o avião.

Coimbra tomou posse como promotor de Justiça substituto em novembro de 1991 e atuou nas comarcas de Nanuque , Manhuaçu e Belo Horizonte. Era procurador de Justiça desde outubro de 2002. Foi coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça da Ordem Econômica e Tributária e ocupou o cargo de sub-corregedor-geral do Ministério Público de Minas Gerais.

Segundo nota da Procuradoria-Geral de Justiça, a instituição já está em contato com autoridades argentinas e com o corpo diplomático para obter informações oficiais sobre o acidente e a identificação dos tripulantes e passageiros do avião. Os corpos dos ocupantes da aeronave já foram resgatados mas os dados obtidos até o momento ainda são imprecisos.

Revista Consultor Jurídico, 4 de janeiro de 2006, 16h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.