Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saúde em jogo

TJ mineiro garante remédios gratuitos a portadores de HIV

O município de Uberlândia está obrigado a fornecer gratuitamente medicamentos para pessoas carentes portadoras do HIV. A decisão é da Oitava Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que julgou procedente o pedido do Ministério Público mineiro. Ainda cabe recurso.

O Ministério Público reivindicou o tratamento gratuito dos doentes cadastrados na Diretoria Regional de Saúde do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Urbelândia. Para o MP, os portadores do vírus da Aids não apenas sofrem as consequências da terrível doença como o preconceito e a falta de eficiência da máquina administrativa, que não lhes proporciona tratamento adequado.

Segundo os desembargadores, o direito a saúde é uma garantia constitucional que deve ser preservada pelo Estado. Para eles, a realização de políticas sociais e econômicas que visem a redução do risco da doença deve ser patrocinada pelo Estado. Os desembargadores constataram a situação financeira precária dos portadores do HIV que não podem arcar com o alto custo da medicação.

Revista Consultor Jurídico, 29 de junho de 2004, 11h40

Comentários de leitores

1 comentário

DE PARABÉNS O MINISTÉRIO PÚBLICO E OS DESEMBARG...

Antonieta M.Gomes ()

DE PARABÉNS O MINISTÉRIO PÚBLICO E OS DESEMBARGADORES DO TJ MINEIRO. A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA GARANTE QUE A SAÚDE É DIREITO DE TODOS E DEVER DO ESTADO - ART. 196. ISTO DEVE SER LEVADO A SÉRIO SOB PENA DE NOSSO ORDENAMENTO JURÍDICO TRANSFORMAR-SE EM UM VERDADEIRO "CONTO DA CAROCHINHA".

Comentários encerrados em 07/07/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.