Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Primeiro tempo

Câmara aprova texto original da MP do salário mínimo

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (2/6) o texto original da Medida Provisória, que eleva o valor do salário mínimo para R$ 260 a partir de 1º de maio.

De acordo com informações da Agência Câmara, o acordo fechado entre o líder do Governo, deputado professor Luizinho (PT-SP), o líder do PFL, deputado José Carlos Aleluia (BA), e o líder do PSDB, deputado Custódio Mattos (MG), garantiu a votação nominal da proposta de R$ 275, do relator Rodrigo Maia (PFL-RJ), e do Destaque de Votação em Separado (DVS) da retroatividade do reajuste para abril.

A proposta de R$ 275 foi rejeitada por 266 votos a 167 e seis abstenções, enquanto o Destaque de Votação em Separado (DVS) do PSDB sobre a retroatividade foi rejeitado por 232 votos a 160, e dez abstenções.

MP 182/04

Revista Consultor Jurídico, 3 de junho de 2004, 12h33

Comentários de leitores

2 comentários

Não deixa de ser interessante o comentário do p...

Claudimar Barbosa da Silva ()

Não deixa de ser interessante o comentário do perito Rubens Vasques. Contudo, talvez o mesmo possa testemunhar que muito poucas pessoas - além de um certo número de aposentados - tem sua remuneração fixada pelo salário mínimo. Negociações coletivas sempre conseguem salários iniciais, para todas as categorias, superiores ao salário mínimo. Apesar disso, o Governo precisa preocupar-se, sim, com o equilíbrio das contas públicas - que esse governo não colaborou para que aumentassem tanto - mas que estão aí, e precisam ser enfrentadas. O novo salário mínimo talvez não seja o ideal, mas, sem dúvida é o possível e muito melhor do que seria se o governo fosse outro (o de FH, por exemplo). O presidente Lula tem um compromisso com os cidadãos que recebem apenas o mínimo: quadrupicá-lo em seus quatro anos de governo. Tenhamos paciência. Isso vai acontecer.

E o governo (?) canta vitória. Tá certo: ganha ...

rubens (Contabilista)

E o governo (?) canta vitória. Tá certo: ganha o governo (?), perde o povo !

Comentários encerrados em 11/06/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.