Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Auto-atendimento

Terminais eletrônicos no TST facilitam o acesso dos advogados

Com o objetivo de facilitar o trabalho dos advogados, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) mantém seis terminais eletrônicos de auto-atendimento instalados em seu edifício sede. Semelhantes aos aparelhos instalados em agências bancárias, os terminais informam o andamento das ações mediante digitação do número do processo. "Têm sido uma ferramenta importante para que os advogados estejam sempre atualizados quanto ao trâmite das ações, ao lado da página do TST na Internet e do serviço Disque-Justiça", afirmou o diretor-geral de Coordenação Judiciária do TST, Valério Augusto Freitas do Carmo.

Só no ano passado, os terminais informaram o andamento de 170.569 processos e petições em trâmite no TST. Os custos para manter esses equipamentos em funcionamento (apenas com tinta e bobinas) não ultrapassam R$ 1 mil mensais. Quatro das seis máquinas estão instaladas no Protocolo e há duas outras na sala dos advogados.

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2002, 19h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.