Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Diálogo possível

Ministro consegue que ECT e trabalhadores retomem negociação

Funcionários da Empresa de Correios e Telégrafos e a empresa vão retomar as negociações. O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto recebeu, nesta quarta-feira (4/9), os representantes sindicais dos empregados dos Correios e Telégrafos e conseguiu que as partes voltassem a conversar.

Durante o encontro, o presidente do TST estimulou os empregados e o presidente da ECT (por ligação telefônica) à retomada da negociação coletiva para evitar uma paralisação da categoria. As partes aceitaram a proposta e retomam o diálogo nesta quinta-feira (5/9). Durante todo o dia, o presidente do TST estará à disposição dos dois lados para ajudar na busca de uma solução .

Segundo a mediação proposta pelo ministro Francisco Fausto, empresa e funcionários voltam a negociar sob o compromisso dos trabalhadores não paralisarem suas atividades durante esta tentativa de fechamento do acordo. As duas partes já negociavam anteriormente e se disseram próximas de um acerto.

Durante a audiência no TST, os dirigentes da Federação Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telégrafos (Fentect) e os integrantes do comando de negociação negaram que a categoria tenha qualquer intenção de atrapalhar o processo eleitoral. A realização de assembléias para examinar a possibilidade de paralisação, segundo o sindicato profissional, tem como objetivo a obtenção de um acordo coletivo mais favorável aos trabalhadores.

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2002, 20h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.