Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Juíza é afastada de funções pelo TJ do Rio de Janeiro

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por maioria de votos, decidiu afastar uma juíza da comarca da capital de suas funções. Entre os motivos do afastamento estariam o fato de a juíza ter feito compras além de suas possibilidades financeiras e ter o nome incluído no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC). Além disso, teria passado cheques sem fundos.

O levantamento foi feito pela Corregedoria-Geral de Justiça, que pediu que a juíza fosse aposentada compulsoriamente.

Erros punidos

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou, nesta quinta-feira (20/6), um projeto sobre os erros de português. De acordo com a proposta, serão multadas as empresas que fizerem propaganda publicitária com erro ortográfico. A multa foi estipulada em R$ 50,00 por dia de exibição com o erro.

Susto na certa

Se página do site do Banco Central não estiver errada, os brasileiros levarão um susto. Os últimos dados sobre remessas legais de dólares para o exterior são assustadores.

Somente na rubrica "outros investimentos", que acumulara menos de US$ 30 milhões no primeiro trimestre, o número de remessas saltou para quase US$ 360 milhões em abril. Pelo andar da carruagem, o indicativo é que poderá chegar a US$ 500 milhões.

Dívida pendente

Estão penhorados os bens da Academia Nacional de Ciências e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. As duas instituições garantem que jamais foram acionistas do Centro de Biotecnologia do Rio, que teve a falência decretada há mais de cinco anos. Apesar disso, acabaram arroladas em uma ação trabalhista de mais de R$ 10 milhões.

Revista Consultor Jurídico, 20 de junho de 2002, 14h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/06/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.