Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Indicação para o STF

Gilmar Mendes deve ser o novo ministro do STF em 2002

O presidente Fernando Henrique Cardoso deve indicar o advogado-geral da União, Gilmar Mendes, para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal. A informação foi publicada no jornal O Estado de S. Paulo nesta terça-feira (15/1).

Gilmar Mendes deve ocupar o lugar do ministro Néri da Silveira, que se aposentará em abril, quando completa 70 anos. De acordo com o jornal, Mendes ganhou a confiança do presidente depois de obter várias vitórias na Justiça para o governo. O advogado-geral da União conseguiu, entre outras vitórias, garantir a constitucionalidade do Plano de Racionamento de Energia e a retomada de privatizações paralisadas por liminares.

Segundo o jornal, o caminho para que Mendes chegue ao STF foi aberto com a decisão do vice-presidente Marco Maciel de se candidatar a uma vaga no Senado por Pernambuco. Embora viesse negando, Maciel era cogitado como certo para uma vaga no Supremo.

Atualmente, existe um debate sobre a escolha de ministros para o Supremo. O presidente da República indica o candidato. Ele é sabatinado pelo Senado e é sistematicamente aprovado. Os críticos do sistema alegam que a relação entre o apadrinhado e o padrinho acabam sendo muito fortes.

Revista Consultor Jurídico, 15 de janeiro de 2002, 14h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/01/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.