Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Liberdade ameaçada

Juiz do Trabalho quer prisão de reitor da Universidade do Piauí

A Advocacia-Geral da União quer evitar que o juiz da 1ª Vara da Justiça do Trabalho do Piauí, Paulo Barbosa dos Santos Rocha, determine a prisão do reitor da Universidade Federal do Piauí, Pedro Leopoldino Ferreira. O juiz do trabalho decretou a prisão do reitor porque ele não teria incorporado o reajuste de 84,32% ao salário dos funcionários da universidade.

O juiz do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Ítalo Mendes, concedeu liminar favorável ao reitor. Mas, na segunda-feira (26/8), o juiz do Trabalho não acatou a ordem de habeas corpus.

A Polícia Federal cumpriu a liminar e não prendeu o reitor. Por isso, o juiz do Trabalho ameaçou prender o superintendente da Polícia Federal no Piauí, Carlos Rogério Ferreira Cota.

Além disso, a AGU está apresentando ao Ministério Público Federal pedido de abertura de ação penal contra o juiz do Trabalho pelos crimes de abuso de autoridade e prevaricação. O desembargador Ítalo Mendes reiterou sua decisão e pediu o imediato cumprimento da liminar concedida no habeas corpus.

Revista Consultor Jurídico, 27 de agosto de 2002, 17h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.