Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reajuste salarial

Juízes concordam com o reajuste salarial proposto pelo STF

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) apóiam a decisão do Supremo Tribunal Federal de enviar ao Congresso projeto de lei que propõe reajuste de salário para os ministros e, conseqüentemente, para a própria categoria.

O presidente da Ajufe, Flávio Dino, e da Anamatra, Hugo Melo Filho, esclarecem que o projeto não é auto concessão de aumento.

Eles também afirmaram que o projeto do reajuste salarial não tem nenhuma relação com o projeto do teto salarial da magistratura. "Apenas visa ao reajuste de vencimentos para os juízes enquanto o impasse sobre o projeto de lei do teto, que precisa ser apresentado conjuntamente pelos Três Poderes, não é resolvido".

De acordo com as associações, o orçamento para cobrir o aumento pedido neste projeto será debatido no Congresso. Para a Ajufe e a Anamatra, o projeto de reajuste salarial não interfere nos cortes de R$ 111 milhões acatados pelo Judiciário na semana passada. Os presidentes das entidades também explicaram que os cortes de R$ 111 milhões, das duas entidades, não se referem a corte de pessoal, mas de investimentos.

Dino e Melo Filho lembraram que os juízes federais e os juizes do trabalho estão sem aumento salarial há sete anos e dois meses. "Queremos a reposição das perdas decorrentes da inflação, como todas as demais categorias do país", finalizam.

Revista Consultor Jurídico, 25 de abril de 2002, 18h14

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/05/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.