Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Intervenção nos Estados

STF recebe apoio de sindicatos para julgar intervenção nos Estados

Médicos e professores apóiam a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio de Mello, de julgar os pedidos de intervenção federal nos Estados por causa do não pagamento de precatórios alimentares. Marco Aurélio recebeu uma moção de apoio dos sindicatos dos médicos e dos professores do Distrito Federal.

Segundo os sindicalistas, existem no Distrito Federal 1.730 precatórios alimentares não cumpridos e 47 pedidos de intervenção federal. A dívida total é de R$ 500 milhões.

De acordo com o presidente do sindicato dos médicos, Francisco José Rossi, o ministro informou pessoalmente o governador do Distrito Federal Joaquim Roriz sobre os julgamentos. A informação teria sido dada durante a posse do novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Francisco Fausto, na quarta-feira (10/4).

Revista Consultor Jurídico, 11 de abril de 2002, 13h20

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/04/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.