Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Coca Cola quer R$ 10 milhões por quebra de contrato com a CBF

Por 

A Coca Cola entrou na Justiça contra a CBF por causa da quebra de contrato de patrocínio com a Seleção Brasileira, em março. A líder mundial de refrigerantes alega que não houve motivo para a rescisão do contrato e quer indenização por perdas e danos, considerando os lucros cessantes e prejuízos à marca.

Os advogados da banca HB Cavalcanti e Mazzilo estão pedindo o pagamento de multa contratual no valor de R$ 10 milhões.

Futebol

Integrantes da CPI do Futebol querem convocar, novamente, o presidente do Flamengo, Edmundo Santos Silva.

No depoimento de quarta-feira passada, ele disse desconhecer a existência de depósitos bancários do clube nas Ilhas Cayman. A CPI descobriu que a conta já foi movimentada na gestão de Edmundo Silva.

Embate

O julgamento da ação que o produtor cultural Romaric Sulger Büel move contra a carioca Heloísa Lustosa, diretora do Museu Nacional de Belas Artes, está marcado para o início da tarde desta segunda (3/9), na 9ª vara Criminal de SP.

Em 1999, Heloísa declarou que o ex-adido cultural da França no Rio teria gasto cerca de R$ 1 milhão do orçamento da Exposição Monet, sem prestar contas.

Na Justiça, tramitam duas ações: uma na área criminal, por calúnia e difamação e outra na cível, por danos morais. Romaric pede indenização de R$ 150 mil.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 3 de setembro de 2001, 10h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/09/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.