Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mudanças já

Marco Aurélio defende eleições diretas para presidência de tribunais

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Marco Aurélio de Mello, defendeu eleições diretas para a presidência dos tribunais envolvendo todos os juízes, inclusive os de primeira instância.

Marco Aurélio levantou a questão durante o debate "A Escola da Magistratura e a Reforma do Judiciário", promovido pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e a Emerj. Para o ministro, todos os juízes sob a jurisdição de uma determinada Corte devem votar e eleger o presidente.

Ele também afirmou que é preciso haver mudança de critérios para a nomeação dos ministros que compõem o STF. Segundo Marco Aurélio, é necessário algum tipo de "crivo" dos nomes como nos demais tribunais superiores, em escolha prévia.

Durante o debate, o presidente do STF anunciou que já está em fase final o estudo para a criação da TV da Justiça. O modelo tem produção descentralizada e a geração do sinal ficará sob responsabilidade do STF.

A TV da Justiça poderá transmitir para todo o país julgamentos em tribunais distantes.

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2001, 9h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.