Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pit bull x pinscher

Pinscher está proibido de fazer xixi em portão de dono de pit bull

Um pinscher está proibido de fazer xixi no portão do dono de um pit bul no Distrito Federal. E o pit bull deve ficar afastado do quiosque de um comerciante. Se o dono precisar passar por perto com o cão, deverá manter uma distância de 10 metros.

O acordo foi feito no 1º Juizado Especial Criminal de Brasília depois da briga entre um comerciante e um adestrador. O comerciante ficou irritado porque o pit bull do adestrador se soltou da coleira e assustou os seus clientes. Ainda por cima, avançou no seu pinscher. Mas ele conseguiu impedir que o ataque fosse pior.

O adestrador e o comerciante discutiram. O adestrador disse que o cão do comerciante atiçou o seu pit bull. Depois de muita briga, o juiz Ben-Hur Viza conseguiu que as partes fizessem um acordo.

O adestrador comprometeu-se a reforçar a segurança de casa para impedir a saída acidental do cão. O comerciante também deverá manter o seu pinscher preso.

O juiz mandou o adestrador doar R$ 90 em alimentos ao Programa SOS Criança.

Revista Consultor Jurídico, 10 de outubro de 2001, 17h38

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.