Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Carteira eletrônica

Carteira de trabalho pode ser substituída por cartão eletrônico

O Tribunal Superior de Trabalho (TST) quer transformar a carteira de trabalho em cartão eletrônico. A idéia está sendo defendida pelo presidente do tribunal, ministro Almir Pazzianotto.

Os trabalhadores teriam acesso a um banco de dados, através de cartão eletrônico, com o qual poderiam verificar todos os registros a respeito de sua vida profissional.

Segundo o ministro, a atual carteira de trabalho confeccionada em um pequeno caderno é um documento superado. A carteira de trabalho, no formato atual, existe há cerca de 50 anos.

De acordo com o TST, a implementação do sistema de carteiras eletrônicas começaria nos bancos federais e estaduais, como a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Banco Regional de Brasília.

Segundo a Folha On Line, a Caixa Econômica Federal já assumiu, informalmente, o compromisso de iniciar os estudos para a implementação do sistema com os seus funcionários.

Para os demais trabalhadores do país, a nova carteira eletrônica ainda teria que ser aprovada pelo Ministério do Trabalho.

Revista Consultor Jurídico, 5 de janeiro de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/01/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.