Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Supostos privilégios

Assobens acusa Mercedes-Benz de privilégios a distribuidores

A Associação Brasileira dos Concessionários Mercedes-Benz (Assobens), entidade que reúne cerca de 200 concessionárias da marca, ingressou na Justiça de São Paulo, com dois processos contra a DaimlerChrysler do Brasil, representante da montadora alemã no Brasil. A Assobens solicita a prestação de contas da montadora na aplicação de recursos do Fundo Estrela, no processo nº 646966-2, que tramita na 11ª Vara Cível. Também reclama de supostos privilégios concedidos a alguns distribuidores, no processo nº 648501-4, que está na 25ª Vara Cível. Segundo a Assobens, a Mercedes-Benz também fez retenção indevida de bonificações.

O advogado da DaimlerChrysler, Afrânio Affonso Ferreira Neto, afirma que as acusações da Assobens "são absolutamente improcedentes, de acordo com as defesas já apresentadas em Juízo". Segundo ele, a DaimlerChrysler, está aguardando o pronunciamento judicial definitivo.

Os advogados representantes da Associação Ângela Beatriz Paes de Barros Di Franco e Luis Antonio Migliori, pedem que a Mercedes-Benz apresente até cinco dias depois de citada judicialmente a prestação de contas do Fundo Estrela. Caso isso não ocorra, solicita que a Justiça permita à entidade a autorização para intimar testemunhas, juntar novos documentos e efetuar uma perícia contábil nos livros comerciais e fiscais da Mercedes-Benz.

Revista Consultor Jurídico, 18 de abril de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/04/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.