Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Volta de discussão

Presidente do STF diz que teto de R$ 12 mil é moralizador

"Quero deixar plantada a raiz de um teto moralizador quando terminar meu mandato". A declaração é do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Carlos Velloso, ao defender a aprovação do teto salarial do funcionalismo público federal no valor de R$ 12.720, excluído o adicional por tempo de serviço até no máximo 35%, nesta quarta-feira (4/4).

Segundo Velloso, a proposta já foi levada ao presidente Fernando Henrique Cardoso e será encaminhada brevemente aos presidentes das duas Casas do Congresso.

Para uma platéia de juízes, o ministro disse que é um otimista e está empenhado na luta para a aprovação do teto salarial dos magistrados. Velloso participou, no Senado Federal, do ato público "Por um Judiciário ágil e democrático", organizado pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).

Ele estava acompanhado do presidente do Superior Tribunal de Justiça, Paulo Costa Leite, e do presidente do Tribunal Constitucional de Portugal, juiz conselheiro José Manuel Cardoso da Costa, que está em visita oficial ao Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 4 de abril de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/04/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.