Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bloqueio de patrimônio

TJ-SP bloqueia os bens do presidente do CDHU

O presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), Goro Hama, teve seus bens indisponibilizados.

A decisão é do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que acolheu recurso da Promotoria de Justiça e Cidadania e julgou improcedente agravo de instrumento impetrado pelo presidente da companhia.

Goro Hama é acusado de improbidade administrativa em ação civil. Segundo o processo, existiriam irregularidades em contrato entre a CDHU e a Companhia de Seguros Gerais do Estado (Cosesp).

O contrato - para cobertura de operações de financiamento de casas populares - teria causado um prejuízo de cerca de R$ 2 milhões ao governo paulista.

O patrimônio de Hama deverá continuar indisponível até o final do processo.

Revista Consultor Jurídico, 7 de janeiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/01/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.