Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Diários Associados

TJ do Rio examina pedido de extinção do Condomínio dos Diários

Por 

Os filhos do jornalista fundador dos Diários Associados, Assis Chateaubriand, obtiveram na Justiça do Rio de Janeiro, o direito de continuar lutando pela extinção do órgão de comando do grupo de comunicação criado pelo magnata.

A decisão foi do 5º Grupo de Câmaras do Rio de Janeiro por 3 votos a 2.

O grupo de comunicação é integrado por 42 empresas. Entre elas, há 12 jornais diários, três emissoras de TV e 13 de rádio. Entre os jornais encontram-se o Correio Braziliense e O Estado de Minas.

A origem da desavença entre os herdeiros e dirigentes é o destino de uma indenização de R$ 220 milhões paga pelo governo federal, em razão do encerramento das atividades, em 1980, da TV Tupi.

A Rádio Clube de Pernambuco, retransmissora da Tupi, entrou na Justiça pedindo ressarcimento pelo fechamento considerado arbitrário.

Gilberto Chateaubriand, filho do criador do grupo e que possui 28% das ações da Rádio Clube, acusou os administradores dos Diários de ter desviado R$ 172 milhões.

Essa quantia teria sido aplicada em outras empresas do conglomerado sem aprovação dos acionistas. Os condôminos, como são chamados os dirigentes do grupo, pelo pedido de Gilberto, devem ressarcir a quantia alegada. A querstão do reembolso está sendo tratada em outro processo.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 14 de dezembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/12/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.