O SEGUNDO PROCESSO - – MÁRCIO TÚLIO VIANA, RAQUEL PORTUGAL NUNES

Resenha

No alto, o juiz. Embaixo, os advogados. Todos de toga ou bem vestidos, dizendo palavras difíceis. Num dos lados, o autor. No outro, o réu. Cada qual com a sua história, as suas raivas, os seus medos. Nas paredes pode estar um crucifixo. Na mesa, livros e tablets. As cadeiras seguindo uma ordem. As paredes numa certa cor. A todo instante, olhares se vigiando, dedos se mexendo, sorrisos sinceros e falsos. Máscaras, trejeitos, cacoetes. Cada corpo produzindo um gesto. Cada gesto, uma mensagem. Cada mensagem, um efeito. Qual a função deste cenário? A que serve tudo isto? O que é, afinal, um processo? O que nos dizem os símbolos da Justiça? Pode ela esconder o seu oposto? Quais os segredos da sala de audiências? Este livro tenta mostrar como as vozes, o tato, as roupas, os cheiros, as cores e todos os outros elementos do ambiente podem afetar a produção da prova e a sentença do juiz. Tudo numa linguagem simples, acessível também aos que não frequentam o fórum.

Sobre o autor

MÁRCIO TÚLIO VIANA - Nasceu em Belo Horizonte, há 71 anos. Nos primeiros tempos, foi jornalista profissional, com passagem pelos jornais “Última Hora” e “Estado de Minas” e pela TV Itacolomi, já extinta. Mais tarde, tornou-se Promotor de Justiça, no interior de Minas. Alguns anos depois, ingressou na magistratura trabalhista, começando também a função de professor. Como Juiz do Trabalho, passou por diversas cidades, mas viveu a maior parte do tempo em Poços de Caldas, estância sul-mineira encravada nas montanhas. Encerrou sua carreira na 4ª turma do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região. Como professor, trabalhou nas Faculdades de Direito do Sul de Minas (Pouso Alegre) e Unifenas (Alfenas), passando, depois, para a Universidade Federal de Minas Gerais, da qual se aposentou, e para a PUC-Minas. Na UFMG, foi também um dos coordenadores do Programa Pólos de Cidadania. Na PUC-Minas, integra o Programa de Pós-Graduação em Direito. É doutor em Direito pela UFMG e pós-doutor junto às Universidades de Roma I (La Sapienza) e Roma II (Tor Vergata), como bolsista pesquisador do CNPq e da CAPES. Tem inúmeras obras publicadas. É membro do Instituto de Ciências Jurídicas e Sociais. Há alguns anos, voltou a morar em Poços de Caldas, com sua esposa.

RAQUEL PORTUGAL NUNES - Nasceu também em Belo Horizonte. Tem 34 anos. Formou-se em Direito pela UFMG, onde conquistou o Prêmio Rio Branco, conferido ao melhor aluno. Foi bolsista do CNPq, em Projeto de Iniciação Científica, e atuou por vários anos no Programa Polos de Cidadania, da UFMG. Em 2011, tornou-se Mestra em Direito pela UFMG. Foi uma das coordenadoras da obra “Dignidade humana e inclusão social: caminhos para a efetividade do Direito do Trabalho no Brasil”, editada pela LTr Editora. Trabalhou como assessora jurídica no Ministério Público do Trabalho. Desde 2013 é assessora no Ministério Público Federal, em Belo Horizonte, onde atua na defesa dos direitos do cidadão e na tutela dos povos indígenas e comunidades.

Detalhes

Subtitulo: FATORES INFORMAIS QUE PENETRAM NOS JULGAMENTOS
Autores: MÁRCIO TÚLIO VIANA, RAQUEL PORTUGAL NUNES
Edição: MARÇO, 2019
Págs.: 368
ISBN: 9788536198064
Editora: LTR

Comprar

R$ 140,00

Central de Atendimento ao Cliente: telefone (11) 30947489 ou email
Política de venda, trocas e devoluções.