A CONSTITUIÇÃO DO TRABALHO - – EDILTON MEIRELES

Resenha

 O autor aponta o tratamento dado pelo legislador constitucional ao valor-trabalho e, antes de cuidar mais precisamente do direito nacional, busca as raízes do valor-trabalho nas principais constituições surgidas após a Segunda Guerra Mundial e que mais influenciaram para a formação da Constituição brasileira de 1988.
Neste sentido, este livro aponta o tratamento dado pelos constituintes alemães, italianos, franceses, espanhóis e portugueses ao trabalho, buscando identificar a importância que ao valor-trabalho foi destacada para a formação das respectivas sociedades. Conclui com o estudo do direito constitucional brasileiro, apontando, de forma surpreendente para muitos, que o trabalho foi, dentre todos os direitos fundamentais, o objeto de tratamento mais valorizado pelo constituinte.

Sobre o autor

EDILTON MEIRELES - Pós-doutor em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Professor de Direito Processual Civil na Universidade Federal da Bahia (UFBa). Professor de Direito na Universidade Católica do Salvador (UCSal). Desembargador do Trabalho na Bahia (TRT 5ª Região).

Detalhes

Subtítulo: O TRABALHO NAS CONSTITUIÇÕES DA ALEMANHA, BRASIL, ESPANHA, FRANÇA, ITÁLIA E PORTUGAL
Edição: 3ª, OUTUBRO, 2018
Págs.: 188
Editora: LTR
ISBN: 9788536197579

Comprar

R$ 100,00

Central de Atendimento ao Cliente: telefone (11) 30947489 ou email
Política de venda, trocas e devoluções.