Consultor Jurídico

Alexandre concede liberdade a coronel investigado em intentona golpista

18 de maio de 2024, 16h30

imprimir

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liberdade provisória para o coronel do Exército Marcelo Câmara, investigado por ter tido suposto envolvimento na intentona golpista de 8 de janeiro e ex-assessor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Alexandre de Moraes

Alexandre concedeu liberdade provisória a coronel investigado por tentativa de golpe

Na decisão, o ministro determinou que o militar da reserva use tornozeleira eletrônica, além da exigência de não poder se ausentar de Brasília e manter contato com outros investigados. Além disso, ele terá que comparecer à Vara de Execuções Penais do Distrito Federal periodicamente.

Nas últimas semanas, Alexandre já havia determinado a soltura de cinco coroneis que compunham o alto escalão da Polícia Militar do DF e eram responsáveis pela segurança nos ataques de 8 de janeiro de 2023.

Golpistas fugitivos

Alexandre de Moraes também decretou a prisão e a inclusão na lista da Interpol de suspeitos e condenados pelos atos golpistas de 8 de janeiro que fugiram do país.

Entre os dias 14 e 17 deste mês, Alexandre emitiu 47 mandados de prisão contra 40 condenados e sete investigados pelos ataques de 8 de janeiro e outros crimes relacionados ao resultado das eleições de 2022.