Estúdio ConJur

Rodrigo Badaró abre no DF escritório especializado em tribunais superiores e TRFs

5 de fevereiro de 2024, 18h00

O advogado Rodrigo Badaró abriu, em Brasília, um escritório próprio com foco nos tribunais superiores e Tribunais Regionais Federais. Parceiro e colaborador da ConJur, Badaró tem sua advocacia reconhecida por publicações como Chambers, Latin Lawyer, Latin American Corporate Counsel Association (LACCA), Best Lawyers e Análise 500.

O advogado Rodrigo Badaró abriu escritório em Brasília

Badaró é um dos atuais representantes do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Nesta segunda-feira (5/2), ele foi confirmado pelo ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, como integrante do grupo de trabalho do CNJ sobre inteligência artificial no Poder Judiciário.

Também no CNJ, Badaró integra a Comissão de Proteção de Dados e o grupo de trabalho que vai propor a regulamentação para os Juizados do Torcedor, com o objetivo de municiar o Judiciário com mais instrumentos para combater a violência nos estádios de futebol.

Na OAB, Badaró é o atual presidente da Comissão Nacional de Proteção de Dados. Antes, ele foi conselheiro federal pelo Distrito Federal (nos triênios 2010-2013 e 2019-2022) e ouvidor-geral adjunto da OAB Nacional (2019-2022). Foi também representante da sociedade civil no Conselho Nacional de Proteção de Dados da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD).

Encontrou um erro? Avise nossa equipe!