Vida que segue

Museu do STF reabre para visitação após ataques do dia 8 de janeiro

Autor

9 de março de 2023, 17h44

O museu do Supremo Tribunal Federal reabriu nesta quarta-feira (8/3) para visitação do público, dois meses após os ataques de 8 de janeiro. Os visitantes terão acesso ao seu acervo permanente, localizado no subsolo do edifício-sede do STF.

STF
STFMuseu do Supremo Tribunal Federal reabre para visitação após ataques de 8 de janeiro

Inaugurado em 2021, o museu tem uma área de quase mil metros quadrados e reúne documentos históricos, fotografias, mobiliário, além de obras de arte que antes estavam distribuídos por diversos pontos do Tribunal. Apesar de localizado no subsolo do edifício-sede, o museu não foi atingido pelos atos de vandalismo.

Também na quarta-feira foi inaugurada uma área em homenagem às ministras que atuam e atuaram na Corte. O novo espaço conta com os retratos da presidente do STF, ministra Rosa Weber, da ministra Cármen Lúcia e da ministra aposentada Ellen Gracie, informando as datas de suas respectivas posses no STF. As três são as únicas mulheres que já integraram a Corte desde a sua fundação, há 132 anos.

Gravada abaixo das fotografias das ministras está a seguinte frase do ministro aposentado Celso de Mello: “Por uma comunidade inclusiva, onde não haja discriminação de gênero e na qual a igualdade, a liberdade e o respeito pela condição feminina não se transformem em palavras vãs”. O museu também pode ser visitado online. Com informações da assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal.

Tags:

Encontrou um erro? Avise nossa equipe!