História de vida

Gustavo Justino lança 'semibiografia no Direito' para advogados

6 de dezembro de 2023, 17h49

O advogado Gustavo Justino de Oliveira, professor de Direito Administrativo da USP e do IDP (Brasília), lançará nesta quinta-feira (7/12) o livro A arte de se inspirar: uma semibiografia no Direito, publicado pela Editora Amanuense. O evento será em São Paulo, na Livraria da Tarde, a partir das 18h30.

Julio Vilela
Gustavo Justino promoverá o lançamento do livro nesta quinta, em São Paulo

A obra retrata a trajetória profissional e acadêmica do autor, com reflexões úteis sobre a construção de carreiras, especialmente no Direito. O livro já está à venda no site da Amanuense e na Amazon.

Justino entrelaça sua narrativa pessoal com a atividade profissional. O leitor é levado a pensar em formas nem sempre óbvias como as questões privadas afetam as escolhas e os destinos de carreira, e vice-versa. Com experiência nos setores público e privado e produção acadêmica em várias áreas, Justino relata, por meio de sua própria experiência, a realidade de quem vive das leis e da Justiça.

Entre os fatos narrados estão a graduação em Direito, um pouco “por acaso”, na Universidade Federal do Paraná (UFPR), no fim dos anos 1980; a dedicação à música e a difícil decisão de abandonar um futuro como pianista profissional para tornar-se advogado; o esforço para conciliar estudo com trabalho; a conquista do primeiro lugar no concurso para procurador do estado do Paraná; e a coragem para, mais tarde, deixar a estabilidade da carreira pública para trilhar caminhos até então incertos como jurista. A conclusão do autor é que, para produzir uma carreira consistente, é preciso, sobretudo, inspiração.

Justino completou 27 anos de magistério em 2023, 15 deles como docente na USP. É sócio fundador do Justino de Oliveira Advogados, escritório focado na solução de conflitos, na arbitragem e no Direito Público, que comemora seu 25º aniversário no ano que vem.

Nessa trajetória, o jurista seguiu alguns passos que podem ser úteis para cada profissional que esteja trilhando sua carreira. Entre eles, conversar com colegas mais experientes antes de escolher um rumo profissional; renunciar conscientemente a algumas coisas para atingir outras, mas abrindo espaço, ou “ilhas”, para momentos de lazer; comemorar cada conquista e colher os frutos dela, aproveitando ao máximo e divulgando os bons resultados; e dividir com outros o sucesso, reconhecendo expressamente quem participou do processo.

“O livro retrata uma trajetória pouco comum na área jurídica, um caminho heterodoxo movido menos pelo pragmatismo e mais pela intuição e pela inspiração. Mas revela também que a intuição só funciona quando você tem uma direção, um norte, ainda que durante o percurso seja necessário remanejar sua rota, repensar, reinventar-se”, afirma Rodrigo Haidar, editor na Amanuense.

A obra A arte de se inspirar traz sugestões de aperfeiçoamento ao modelo de ensino convencional do Direito, baseado em conteúdos, que não dá conta de um mundo complexo e em mutação constante. Justino apresenta como resposta a esse impasse o conceito de mentoria, pelo qual o aprendizado vem do próprio aluno em interação com quem tem experiência, já fez sua história e passou pelos próprios erros e acertos.

A obra de Gustavo Justino de Oliveira é uma homenagem ao Direito e a quem busca trilhar o seu caminho sem se perder de si mesmo. Em tempos de incerteza, o livro traz a lição de que a resposta está nas pessoas. Cada um tem a sua trajetória. Mas a busca, esta é universal. 

Serviço
Evento: Lançamento do livro A arte de se inspirar: uma semibiografia no direito, de Gustavo Justino de Oliveira, publicado pela Editora Amanuense.
Quando: 7 de dezembro, às 18h30.
Onde: Na Livraria da Tarde, em São Paulo.
Disponível em: site da Amanuense e Amazon.
Autor: Gustavo Henrique Justino Oliveira é graduado em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), doutor em Direito Administrativo pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutor pela faculdade de Direito de Coimbra, pelo Instituto Max Planck e pela Universidade de Amsterdã. Foi procurador do estado do Paraná por 15 anos e hoje é advogado, sócio fundador do escritório Justino de Oliveira Advogados e professor de Direito Administrativo da USP e do IDP (Brasília).

Encontrou um erro? Avise nossa equipe!