Incidente de execução

Pagamento de honorários em ação de embargos de terceiro é indevido

Autor

5 de agosto de 2023, 12h18

É indevido o pagamento de honorários advocatícios de sucumbência na ação de embargos de terceiro, estes que configuram incidente da execução principal.

Freepik
Para o TRT-2, Pagamento de honorários em ação de embargos de terceiro é indevido
Freepik

Sob esse entendimento, a 9ª Turma do TRT da 2ª Região, de forma unânime, reformou sentença que condenou embargante de terceiro a pagar honorários advocatícios sucumbenciais. A decisão de 1º grau, diante da improcedência do pedido, estipulou a condenação em 10% sobre o valor atualizado da causa.

No acórdão, a desembargadora-relatora, Bianca Bastos, pontua que "em que pese serem opostos de forma autônoma, os embargos de terceiro se constituem em um verdadeiro incidente da execução principal". 

A julgadora ainda ressalta que na Justiça do Trabalho "não há se falar em condenação ao pagamento de honorários advocatícios sucumbenciais em incidente de execução".

No processo, o segundo embargado, pessoa física executada na ação principal, não foi intimado para se manifestar. Sobre isso, a magistrada considerou que não era necessária a conversão do julgamento em diligência porque o advogado desta parte não é o destinatário da verba sucumbencial. Com informações da assessoria de imprensa do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região.

Processo nº 1001505-48.2022.5.02.0069

Tags:

Encontrou um erro? Avise nossa equipe!