Consultor Jurídico

acordos independentes

Fim de contrato por defeito de carro não extingue financiamento, diz STJ

Retornar ao texto

Comentários de leitores

2 comentários

Novo modo de beneficiar os amigos do banco

Dra.Cláudia Bitencourt (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

A pessoa entra na agência de veículos, faz o financiamento p comprar um carro. O carro não presta, pois, está com defeito. O tribunal entende que, tem que desfazer o contrato com a agência.O cliente fica sem carro e sem dinheiro pra comprar outro, pq o financiamento fica mantido pelos deuses do supremo.Essa é a nova modalidade de fazer merd@ pra ajudar os bancos. Era mais fácil o carro ter sido roubado e compra outro com o seguro. Assim não teria esse prejuízo.

Responder

Superior Tribunal dos interesses bancários

Rafael Aquino (Outro)

Esses Ministros ficam esticando a interpretação em troca de de quê? O povo sempre perde nessas relações. Eu tenho nojo do STJ. A tão festejada Nancy Andrighi até saiu em defesa do direito que é ensinado nas faculdades, mas vira e mexe acerta o povo pelas costas também. Nunca me enganou!

Comentar

É necessário se identificar fazendo login no site para poder comentar.
Não tem conta na ConJur? Clique aqui e cadastre-se!