Consultor Jurídico

Gravidade da conduta

Não se aplica princípio da insignificância a roubo de armas de policial civil

Retornar ao texto

Comentários de leitores

1 comentário

Furto, não roubo

Gustavo Quandt (Advogado Autárquico)

Cada crime com seu nome - até porque a distinção faz toda diferença para a aplicação do princípio da insignificância!

Comentar

Comentários encerrados em 21/01/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.