Consultor Jurídico

Óleo de Peroba

Procurador admirador de Moro pede para atuar em ação contra ex-juiz no TCU

Retornar ao texto

Comentários de leitores

8 comentários

Estratégia suja

Afonso de Souza (Outros)

A ordem é nunca abordar o mérito das questões e sempre tentar desqualificar Moro e os procuradores, e qualquer um que chegue perto deles.

Siga o exemplo dos seus ídolos

olhovivo (Outros)

Ao invés de ficar no MPF, talvez seja melhor o procurador seguir o exemplo de Sérgio Fernando e Deltan Martinazzo e cair fora, filiar-se a um partido e se candidatar a cargo político. Taí a razão de mudanças legislativas da qual reclamam, muita militância e pouca parcialidade dentro da instituição.

Observação

Afonso de Souza (Outros)

Militância é o que você faz aqui, soldadinho. Eles, Moro e os procuradores, só fizeram o trabalho deles. Se isso desagradou os corruptos processados, julgados e condenados, a culpa não é deles.

A subserviência impera!

Adriana Gragnani (Advogado Autônomo - Civil)

Uma correção ao artigo. Moro, como qualquer pessoa que vive na polis, é político. Afirmação simplista, mas é. E assim agiu na magistratura e como ministro, subindo de degrau em suas pretensões: ser presidente da república que desconhece e acabar com determinado partido político, como disse recentemente. E a única produção de peso é a escola do afago, tapinha nas costas. E nessa escola, mais um aluno revelou-se.

Laranjato

André Pinheiro (Engenheiro)

Há graves conflitos de interesse de um juiz que colocou milhares ou até milhões de documentos e informações sob sigilo de 25 anos das maiores empresas do Brasil conjuntamente com procuradores laranjas, advogados laranjas, delações laranjas escritas por delegados laranjas e depois magicamente vai ser sócio de uma empresa lobista.

Sejamos claros, só não foi por conhecimento jurídico que é evidente que não tem, não foi por fama, porque uma empresa lobista laranja do DOJ, não contrata garoto propaganda.
Resta por fim o acesso direto ao tesouro escondido nos portões da Laranja República de Curitiba.

Comentário

Afonso de Souza (Outros)

Chega a ser irônico este site, que milita contra Moro, falar em "óleo de peroba" em relação ao procurador.

Recruta Zero

Frandelima (Advogado Autônomo - Administrativa)

O que vc faz aqui soldadinho???

Subserviência ao Moro

Ariosvaldo Costa Homem (Defensor Público Federal)

Não basta a subserviência, tem que torná-la pública.

Comentar

Comentários encerrados em 19/01/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.