Consultor Jurídico

Incontinência Verbal

Revoltado por ter pego o vírus, promotor diz que Bolsonaro "deveria morrer de Covid"

Por meio de seu perfil no Facebook, o promotor de Justiça de São Paulo Arual Martins perdeu a paciência com a postura do presidente Jair Bolsonaro (PL) em relação à vacinação contra Covid-19 e usou palavrões para se referir ao mandatário.

Promotor Arual Martins, do MP-SP, fez desabafo em suas redes sociais
Reprodução/Facebook

Em texto publicado na noite desta quinta-feira (6/1), Martins originalmente se dirigiu a Bolsonaro chamando-lhe de "filho da puta" e "seu merda". Com alguns erros de digitação, a postagem termina com a frase "você deveria morrer de Covid, entubado (sic) em todos os seus orifícios, ser abjeto".

A publicação foi posteriormente editada, e a referência a Bolsonaro passou a ser "digníssimo senhor presidente". Na nova versão, Martins voltou a afirmar que está com Covid-19 e que não morreu "graças às três doses de vacina" que tomou. E tenou amenizar: "Siga a ciência e pense nisso quando criticar as vacinas! Você pode morrer de Covid, intubado em todos os seus orifícios, caso não se vacine. Se cuide".

Entusiasta da vacinação, Arual Martins se tornou notícia em 2021 por apresentar um texto que pedia vacinação prioritária para membros do Ministério Público de São Paulo.

A ideia surgiu em uma reunião do Conselho Superior do Ministério Público paulista. Na ocasião, foi lido um trecho do documento, assinado por vários promotores e procuradores, com as justificativas para a solicitação de prioridade na vacinação.

"Não é uma questão de egoísmo em relação a outras carreiras, mas, tendo em vista notadamente os colegas do primeiro grau, que trabalham com audiências, atendimento ao público e outras atividades em que o contato social é extremamente grande e faz parte do nosso dia a dia", diz trecho do abaixo-assinado que consta da ata da reunião.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 7 de janeiro de 2022, 18h20

Comentários de leitores

13 comentários

Toda ação gera uma reação

ielrednav (Outros)

Eu particularmente nunca vi nem ouvi o Bolsonaro ser contra a vacina!! "ele diz que as pessoas não devem ser obrigados.. vacine-se quem quiser"
E desejar que o outro morra por uma doença em que pese não ser culpado de virus algum no Pais o mundo esta sofrendo igualmente porque a CHINA fez uma guerra fria sem bombas gerando a crise mundial Sr. Promotor chama os chineses de fp dai concordo com V.Excelência ,desejar que o chefe do executivo morra já não bastou uma facada , Se V.S esta com o COVID-19 .deve ter respeito e urbanidade com a pesssoa do qual tem todo poder de replica da sua tese malfadada .Cuidar-se é imprencendivel mas desejar que outrem morra tenha dó não se deve cuspir para o alto que pode cair na sua cara Sr. Pense nisso.

correçao

Zenon Marques Tenorio (Advogado Autônomo)

por favor, IMPRESCINDIVEL

Onde está o CNMP? E a Corregedoria do MP?

Honório Dubal Moscato (Advogado Autônomo - Criminal)

Com a palavra essas duas instituições parquetianas para se pronunciarem a respeito das falas desse promotor. Só espero que as conclusões do CNMP e Corregedoria não sejam pelo "reconhecimento do direito de livre manifestação do "indignado promotor". Não é demasia afirmar-se que a conduta desse promotor chegou às raias do escandaloso, para dizer o mínimo.

Promotor diz que Bolsonaro deve morrer de COVID

Jorge L. S. Calabrich (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Infelizmente concurseiros doutrinados assumem uma função para a qual não estão minimamente preparados. É de tamanha gravidade a postura e o comentário deste Senhor Promotor, que deveria ser excluído dos quadros do MP por completa falta de isenção e estabilidade emocional que são exigidas para o exercício desta nobre função. Aguardemos, todavia, uma resposta do CSMP.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/01/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.