Consultor Jurídico

Nova Onda

Por aumento de casos de Covid-19, TRF-3 adia retorno presencial para o fim do mês

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS) postergou o retorno das suas atividades presenciais para o próximo dia 31/1. Com isso, está prorrogado o trabalho remoto até essa data.

Sede do TRF-3 em São Paulo Reprodução

A medida foi tomada em função do aumento do número de casos de Covid-19 e ao grande número de internações por síndrome respiratória aguda grave.

A nova portaria destaca a "necessidade de preservação da saúde do público interno e externo que utiliza os prédios e unidades da Justiça Federal".

O documento é assinado pelo presidente da corte, desembargador Mairan Gonçalves Maia Júnior, e pela corregedora regional da Justiça Federal da 3ª Região, desembargadora Marisa Ferreira dos Santos.

Desde outubro do último ano, o retorno presencial total estava agendado para a próxima sexta-feira (7/1). À época também foram estabelecidas regras para um retorno gradual, com o comparecimento mínimo inicial de 20% dos servidores.

Clique aqui para ler a portaria




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 5 de janeiro de 2022, 20h53

Comentários de leitores

1 comentário

Retorno em 2050

Marinheiro (Consultor)

Os adiamentos significam que os tribunais consideram que as práticas sanitárias só são eficazes para outras categorias, como as dos produtores e comerciantes de alimentos.

Comentários encerrados em 13/01/2022.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.