Consultor Jurídico

Fechando o Cerco

STF manda ao TSE provas dos inquéritos das fake news e das milícias digitais

Nesta quinta-feira (16/9), o ministro Alexandre de Morares, do Supremo Tribunal Federal, compartilhou com o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, novas provas referentes aos inquéritos das fake news e das milícias digitais — respectivamente, 4.781 e 4.828.

O corregedor-geral do TSE, ministro Luis Felipe Salomão, havia pedido as provasGustavo Lima/STJ

O compartilhamento havia sido solicitado por meio de ofício pelo ministro Salomão, no início do último mês de agosto. Os documentos serão analisados pelo corregedor-geral.

As provas podem ter relação com duas ações de investigação judicial eleitoral que tramitam no Tribunal Superior Eleitoral. Os processos investigam o suposto abuso de poder político e econômico e o uso indevido de meios de comunicação durante a campanha presidencial de 2018 do então candidato Jair Bolsonaro.

As duas ações que tramitam no TSE foram ajuizadas pela coligação "O Povo Feliz de Novo", do PT, e se baseiam em reportagens da Folha de S.Paulo que mostraram o uso de disparos em massa no WhatsApp para promoção da chapa de Bolsonaro. Com informações da assessoria de imprensa do TSE.

Inq 4.781
Inq. 4.828
Aije
 0601771-28
Aije 0601968-80




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2021, 18h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/09/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.