Consultor Jurídico

Experiência na corte

Bolsonaro nomeia juiz Flávio Lucas para vaga de ex-relator da "lava jato" no TRF-2

Por 

O presidente Jair Bolsonaro nomeou, nesta quarta-feira (15/9), o juiz federal Flávio Oliveira Lucas, para o cargo de desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ e ES). Lucas ocupará a vaga aberta com a aposentadoria de Abel Gomes, ex-relator dos processos e recursos da "lava jato" na corte.

Juiz Flávio Oliveira Lucas já estava atuando no TRF-2
Reprodução

Flávio Oliveira Lucas atuava na 18ª Vara Federal Cível do Rio. Ele foi promovido a desembargador por merecimento.

Com a aposentadoria de Abel Gomes, o magistrado foi convocado, em junho, para compor o quórum do TRF-2. Antes disso, Lucas havia substituído Gomes em suas férias.

Após Gomes deixar de ser magistrado, a desembargadora Simone Schreiber foi escolhida nova relatora no TRF-2 dos processos e recursos da operação "lava jato" no Rio de Janeiro.

Em 2019, Abel Gomes e Flávio Oliveira Lucas sofreram uma tentativa de invasão a dados de seus celulares e às suas contas no aplicativo de mensagens Telegram. Eles notificaram a Polícia Federal. Na ocasião, Gomes disse que os hackers tentam executar "um tipo de ‘terrorismo eletrônico, para intimidar autoridades. Querem fazer uma demonstração de força, mostrar que seriam capazes de entrar na vida privada e até funcional das autoridades".

Flávio Oliveira Lucas é bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestre pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Sua dissertação abordou a responsabilidade penal na criminalidade empresarial sob a ótica da posição de garante do dirigente da pessoa jurídica.

Ele exerceu os cargos de procurador da República, promotor de Justiça e defensor público. Foi professor substituto de Direito Penal e Introdução ao Estudo do Direito na Faculdade de Direito da UFRJ e professor substituto de Direito Penal na Faculdade de Direito da Uerj.




Topo da página

 é correspondente da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 2021, 10h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/09/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.