Consultor Jurídico

Estúdio ConJur

Pallotta, Martins Advogados admite Sócia e inaugura duas áreas

Pallotta, Martins e Advogados, que comemorou em 2021 os seus primeiros 5 anos de existência, acaba de admitir a advogada Mariana Barcellos como sócia responsável pelas práticas de Compliance e LGPD, bem como para agregar a sua vasta experiência no segmento de Seguros.

Marcos Martins, Mariana Barcellos e Maurício Pallotta
Luan Santos

Mariana Barcellos trabalhou por muitos anos em gigantes do setor securitário, como Itaú e Porto Seguro, perpetuando sua experiência em diversos setores jurídicos internos. Foi responsável pela gestão das reservas técnicas, contencioso de volume estratégico, gestão de procedimentos pré-processuais, como Ouvidoria, Procon e Consumidor.gov, relacionamentos com resseguradores, além de participar ativamente de comitês de discussões regulatórias perante SUSEP e ANS.

 Sua atuação passa ainda pelos projetos de Compliance, especialmente aqueles voltados à Governança e Proteção de Dados.

 Mariana comenta que acompanhou as inovações do setor, desde a abertura do mercado de resseguros em 2007, passando pela regulamentação das Ouvidorias em 2013, até concretização do sandbox regulatório, que aprovou no último dezembro a primeira seguradora a atuar sob esse modelo inovador e vanguardista: “É muito importante o desenvolvimento de regulamentações mais flexíveis e modernas, mesmo dentro de um ambiente altamente regulado, possibilitando o credenciamento do Brasil como uma potência no mercado segurador mundial”.

Com a alta na demanda de empresas de todos os setores relacionados às obrigações da Lei Geral de Proteção de Dados, Mariana buscou a obtenção da Certificação EXIN de Data Protection Officer (DPO). Essa especialização possibilita a atuação como Encarregada de Proteção de dados, um DPO terceirizado, profissional essencial para monitorar e intermediar as relações com os fluxos de dados pessoais perante a LGPD.

Além de toda bagagem prática de mais de 15 anos no mercado, Mariana Barcellos traz consigo importantes clientes, que passam a integrar o portfólio do escritório, contribuindo para a consolidação da atuação diversificada desta banca. A nova sócia comenta suas expectativas: “A visão de negócio do Pallotta, Martins pautada na ética e na constante inovação está totalmente alinhada com os princípios profissionais que sempre busquei aplicar ao longo da minha carreira. Estou muito entusiasmada com nossa parceria e com os projetos que estamos desenvolvendo”.

A vinda da nova sócia faz parte do plano de expansão do escritório, que busca ampliar o leque de atendimento para seus clientes, em especial, por meio da busca de profissionais com competências complementares às expertises pelas quais o escritório já é conhecido no mercado empresarial.

A solidez do Pallotta, Martins mostrou-se acima de tudo sustentável no período de pandemia, quando o escritório registrou crescimento, apesar de todas as adversidades daquele cenário.

Esse crescimento se deve, principalmente, pela forma como a sociedade foi pensada, estruturada e gerida desde sua constituição no ano de 2016. Como uma empresa, busca constantemente melhorar a produtividade e o equilíbrio financeiro, com foco na experiência do cliente e investimento em tecnologia, no fomento à produção de conteúdo de qualidade, na qualificação do quadro de advogados e no desenvolvimento da sua marca.

Além das novas áreas que serão agora incorporadas pela sócia recém admitida, o escritório já se consolidou no atendimento de empresas dos mais variados portes e segmentos nas práticas Cível, Trabalhista, Previdenciária, Tributária, Societária e Contratual, focado no consultivo e também no contencioso estratégico.

Desde rotinas societárias e de contencioso, até a participação em M&A´s, estruturação de modelos de negócios, adequação empresarial à LGPD, melhoria de carga previdenciária de empresas com projetos de FAP/NTEP, entre outros temas, fazem parte do portfólio de projetos já realizados pelo escritório.

O Pallotta, Martins coloca-se no mercado como uma boutique jurídica, na medida em que possui alto grau de especialização em cada uma das práticas que oferece, contando com profissionais qualificados e que estão em constante atualização. Sua estrutura está também preparada para que opere como um departamento jurídico terceirizado, sendo essa uma demanda que obteve expressiva alta nos últimos tempos.

O escritório foi fundado em 2016, fruto de um projeto em comum de dois amigos de faculdade, Maurício Pallotta e Marcos Martins. Ambos, que já tinham uma sólida carreira no mercado jurídico empresarial, resolveram colocar em prática o desejo de ter um escritório de advocacia que atuasse com visão de negócio determinada e com um viés tecnológico.

Com base em suas experiências profissionais anteriores, iniciaram o escritório com as estruturas principais que demandam os jurídicos internos das empresas, desde sempre com foco no atendimento eficaz e de alta qualidade. 

Esse esforço em sua fundação trouxe ao escritório, desde o início, uma carteira de clientes em variados ramos de negócio, como aviação, terceirização de mão-de-obra, gestão patrimonial, construção civil, prestação de serviços, turismo, seguros, entre outros. 

Sua permanente busca por conhecimento e tendências tecnológicas contribuiu para que nos últimos 2 anos, uma série de empresas da chamada nova economia, como fintechslogtechs e startups, integrassem o portfólio de clientes do escritório, reconhecendo seu alinhamento com as necessidades deste setor.

O resultado de todo o trabalho estruturado e planejado foi a criação, pelos mesmos sócios do escritório, de uma lawtech no ano de 2019, a STLaw, voltada a agregar novos tipos de serviços para os clientes da banca.

Por meio da STLaw, a banca ainda consegue oferecer uma gestão de carteiras de passivos de alto volume com o auxílio de jurimetria e analytics. Os Dashboards dinâmicos fornecem uma visão gerencial do contencioso, que permite acompanhar em tempo real a condução da carteira de ações, atingimento de metas internas, como baixa de estoque, economia de reservas, ressarcimento de valores, entre outros, subsidiando assim as tomadas de decisão estratégicas.

O uso da tecnologia na gestão de processos oferece um diferencial competitivo muito interessante para departamentos jurídicos, além do cumprimento habitual de prazos e o comparecimento em audiências.

A automação de rotinas burocráticas de seus clientes também foi objeto de trabalhos executados com grande êxito pelo escritório. O apoio administrativo na condução de grande demanda de processos, como atribuição de prazos aos responsáveis, triagem de publicações e citações, preenchimento de relatórios e pautas de audiências, é tão importante quanto a produção intelectual em si.

E, com o uso de ferramentas de automação, este fluxo tem se tornado muito mais ágil e produtivo, retirando dos advogados a carga de tarefas periféricas, permitindo com que se concentrem nas estratégias da sua atuação.

Com a aplicação de técnicas de visual law em contratos, por exemplo, o escritório chegou a conquistar clientes multinacionais, que tinham em seu DNA o customer experience. Entender para “quem” se escreve e como as pessoas consomem a informação é fundamental na hora de redigir um contrato, especialmente quando o consumidor final é leigo em assuntos jurídicos. 

A edição de vídeos, a utilização de infográficos e de QR Code’s, dentre outras peculiaridades do visual law, também foi um diferencial no êxito em demandas judiciais cíveis e trabalhistas estratégicas. Possibilitar ao Magistrado uma forma mais prática, objetiva e eficaz de entendimento dos argumentos defendidos nas peças jurídicas apenas é possível em um ambiente em que se estimule essa inovação, além de muita criatividade. 

Antes mesmo dos atuais rótulos para um jurídico inovador e tecnológico, o escritório já colocava em prática esse método, aprimorando-se constantemente, compromisso este assumido por seus sócios desde a sua fundação.

Tudo isso fez com que o Pallotta, Martins Advogados se tornasse um verdadeiro parceiro do negócio de seus clientes e passar a ser cada vez mais reconhecido no mercado jurídico como uma banca vanguardista e de alta performance. 

É este sentimento que move os seus sócios e toda a equipe envolvida neste projeto de expansão para os próximos anos: o foco genuíno no cliente, o brilho nos olhos pela qualidade e a paixão pela inovação constante.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 26 de outubro de 2021, 10h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/11/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.