Consultor Jurídico

Sexy hot

Márcio França pede que Doria explique por que lhe atribui autoria de vídeo de orgia

Por 

Nesta sexta-feira (22/10), o ex-governador de São Paulo Márcio França (PSB) acionou a Justiça para apresentar pedido de explicações ao atual governador, João Doria (PSDB), quanto a declarações supostamente falsas sobre um vídeo de uma orgia.

Márcio França e João Doria durante debate eleitoral nas eleições de 2018
Reprodução/TV Globo

A defesa de França, feita pelo advogado Augusto Eduardo de Souza Rossini, do escritório RRCN Advogados, dá a Doria um prazo de 48 horas para fornecer explicações sobre condutas atribuídas ao ex-governador. Caso os esclarecimentos não sejam suficientes, França promete promover queixa-crime contra o tucano por calúnia, difamação e injúria.

Em 2018, os dois políticos disputaram o segundo turno das eleições para o atual mandato do Executivo paulista. Às vésperas do pleito, passou a circular na internet um vídeo de uma orgia entre diversas mulheres e um único homem — supostamente, Doria.

Em julho deste ano, em entrevista a um podcast, o governador afirmou que o vídeo seria falso e teria sido distribuído por França e um amigo vereador, sem nome especificado. Na ocasião, Doria ainda chamou o antigo adversário de "desqualificado completo".

Segundo França, a veracidade do vídeo teria sido confirmada por um laudo pericial, o que foi amplamente noticiado pela imprensa. Além disso, ele não teria produzido e muito menos divulgado o conteúdo.

Para a defesa, Doria teria desacretidado França publicamente e maculado sua honra, em um canal de YouTube com milhares de telespectadores. "O interpelado, ao imputar ao interpelante qualidades negativas e totalmente inverídicas, ofendendo-lhe a reputação e a dignidade, excedeu todos os limites da liberdade de expressão", acusa.

Dentre os questionamentos enviados ao governador, França pede provas da sua participação na confecção do vídeo, a definição de quem seria o vereador mencionado e explicações sobre eventual comunicação às autoridades para investigação da suposta fake news.

102839767-2021.8.26.0050




Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 22 de outubro de 2021, 22h00

Comentários de leitores

1 comentário

Marcio franca pede que Doria

Silveira Roberto (Consultor)

DÓRIA E O PSDB- PSDB E O DÓRIA.
Essas duas figuras se mistura , aqui no esta da categoria dos vigilantes de SP, o Dória o temos como inimigo e quiçá os que utilizam os terminais de caixas eletrônicos e bancos 24h, isto porque os dois Dória e o PSDB , que estão articulados , para que o Dória ate hoje não assinou a regulamentação da lei 10883/01, após o STF decidir que a lei é constitucional, deixando 70 mil desempregados, que depende da regulamentação da lei para gerar empregos e mais segurança aos clientes de bancos, portanto sempre nossos protesto de repudio-a essas figuras.
Silveira
ate senhor gov , se recusa a cumprir o Artigo 47 da constituição estadual

Comentários encerrados em 30/10/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.