Consultor Jurídico

Na telinha

Polícia Militar paulista cederá ao TJ-SP imagens de ações policiais

O comando da Polícia Militar de São Paulo e o corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Mair Anafe, chegaram a um acordo para que sejam cedidas ao Tribunal de Justiça paulista as imagens gravadas pelas bodycams, as câmeras utilizadas pelos PMs para registrar em vídeo seu trabalho nas ruas de São Paulo.

As imagens gravadas pelas câmeras dos policiais serão utilizadas pelo TJ-SP
Reprodução

Após algumas reuniões em que Anafe tomou conhecimento do sistema de acesso aos vídeos, ficou estabelecido que será implementado um projeto-piloto no Fórum da Barra Funda (Departamento de Inquérito Policiais — Dipo), com a disponibilização do material nas audiências de custódia. Assim, promotores de Justiça, defensores públicos e advogados terão acesso às imagens das ações dos policiais.

Além de permitir que seja feita na audiência de custódia uma análise exata do procedimento adotado pelos PMs na prisão em flagrante, os vídeos também servirão como provas nos processos criminais.

O sistema adotado pela PM paulista tem duas modalidades de gravação: a involuntária (vídeo call), que inicia a gravação no exato momento em que a câmera é retirada pelo policial e continua de forma ininterrupta por 12 horas, e a voluntária, que tem início ao ser acionada manualmente pelo policial durante a ocorrência ou por proximidade a outra câmera ativa.

Para disponibilização das imagens, será firmado um termo de cooperação entre o TJ-SP e a Polícia Militar paulista. O projeto terá início após a anuência do Poder Executivo estadual.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2021, 20h53

Comentários de leitores

1 comentário

A polícia

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

A valorosa Polícia paulista e paulistana na luta incessante contra o crime, infelizmente estará fiscalizada por promotores e juízes garantistas.
Como o Estado faliu, porque à época do segundo pior Governo da História, do Senhor Fernando Henrique Cardoso, o primeiro é aquele do Messias, que não veio do céu, mas do Exército, resolveu-se soltar os rebeldes primitivos de suas tocas, produzindo uma legislação para permitir que a permanência na cadeia fosse apenas uma passagem, para alguns, tóxica, para outros, excelente, porque passaram a aprender a sofisticar a forma de praticar crimes. Lá nas tocas desses imprestáveis, imundos, desequilibrados e desonestos rebeldes primitivos existem "verdadeiras aulas" de como enganar as pessoas de bem, inclusive advogados criminalistas (as maiores vítimas dos meliantes, que os enganam com suas histórias malucas, e quando não, resolvem assaltar os seus próprios defensores, como aconteceu lá, na Bahia).
O crime no Equador assumiu proporções geométricas, fato que ocasionou ao Governo Federal a suspensão das liberdades civis, para combate eficiente.
Aqui, no Brasil, o Estado de Defesa e, depois, o Estado de Sítio, deverão ser decretados.
Nunca vi tanto bandido nas ruas!!! Aquela menina bonita que está na motocicleta e você pensa que ela quer um "flerte" quando se aproxima, se transforma e apresenta o "pau de fogo", pedindo o celular e mais alguma coisa que você carrega.
Urge a suspensão de todos os direitos e garantias individuais para combate ao crime!!!

Comentários encerrados em 28/10/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.