Consultor Jurídico

Comentários de leitores

2 comentários

É grotesco

Flávio Ramos (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Além daquela arbitrária jurisprudência de que "nos crimes sexuais, a palavra da vítima assume especial relevância", agora a defesa do réu não pode nem tentar desacreditar essa tal palavra. É ouvir a sedizente vítima contar que foi estuprada e aguardar a condenação.

desordem no direito

fernando fukassawa (Advogado Autônomo - Administrativa)

O autor, porque mostra conhecer Direito Penal e Criminologia, soube em síntese distingui-los nesse texto bem escrito. Lei Fleury porque alterou o CPP para evitar a prisão iminente daquele réu delegado de polícia autor do crime; Lei Maria da Penha para tutelar vítima de agressão doméstica, agora Lei Mariana Ferrer...Podem alguns não se darem conta, mas o populismo legislativo interessa sabe-se a quem. Não ao direito.

Comentar

Comentários encerrados em 2/12/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.