Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Lei da alta gravidade

MACACO & PAPAGAIO (Outros)

"Foi uma falta funcional de alta gravidade"...
Daí o sujeito fica percebendo mais de 33 mil .
Assim, e bom demais essa alta gravidade...

O que alguns comentaristas pelo visto não entendem

João Afonso Corrêa (Advogado Autônomo)

é que a perda do cargo público vitalício, conforme consta da CONSTITUIÇÃO FEDERAL, art. 95,I, só pode se dar após processo JUDICIAL transitado em julgado, e o processo administrativo, como o próprio nome já diz, não é processo judicial.
Assim, o juiz pode vir a perder o cargo se condenado criminalmente, como o próprio CP dispõe em se art. 92, I.
Estudem mais e passem menos vergonha.

Lei da alta gravidade

MACACO & PAPAGAIO (Outros)

"Foi uma falta funcional de alta gravidade"...
Daí o sujeito fica percebendo mais de 33 mil .
Assim, e bom demais essa alta gravidade...

Ao Afonsinho

MACACO & PAPAGAIO (Outros)

Ninguém mencionou a questão propriamente positivo-legal, mas se o infante não sabe fazer nem receber uma crítica sobre a exegese filosófica de que o sistema, dessa forma, não é o ideal, é porque o cretinismo afeta mesmo os cérebros vesgos de quem só enxergam as vantagens que lhes convêm.
A questão, portanto, é propositiva, uma observação irônica para sugerir ou ter-se em vista uma sugestão de uma eventual alteração da LOMAN e das regras vigentes.
Um sabichão da República, decoreba, não consegue ir além da própria mediocridade e, textualmente, contribui para essa obscuridade que é aceita, de forma passiva, por estrumes que se beneficiam de normas que precisariam evoluir para alcançar mentes atrasadas, assim como a de alguns que defecam suas verborragias e idiossincrasias, segundo seus próprios interesses opróbrios.
Para estes, pseudo professores-robôs, que mandam os alunos estudarem, viciados no egoísmo, nos individualismos e nos individualismos de plantão, o mau caratismo é ilimitado e não tem cura mesmo.

TJMT

O ESCUDEIRO JURÍDICO (Cartorário)

Em um futuro "Noveau Règime Militaire", deverá o governo submeter o controle do TJMT, diretamente, ao Presidente da República.

Comentar

Comentários encerrados em 1/04/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.