Consultor Jurídico

Série histórica

"Amaerj 30 Anos" traz o depoimento do ministro Luis Felipe Salomão

A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro lançou no último dia em 26 de abril o primeiro filme da série "Amaerj 30 anos", sobre as três décadas de sua fundação. Na série, a história da associação  vem sendo contada por seus protagonistas.

Ministro Luis Felipe Salomão é o segundo entrevistado da série "AMAERJ 30 anos"
Divulgação

Nesta segunda-feira, o segundo vídeo da série foi lançado e conta com a participação do ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça e do Tribunal Superior Eleitoral. O ministro foi o sexto presidente da associação (biênio 2002/2003).

Nascido em Salvador, Salomão tem 58 anos. Formado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é pós-graduado em Direito Comercial. Ingressou na magistratura fluminense em 1990.

Na entrevista, Salomão conta como, na época em que começou a atuar na associação, verificava-se transformação no modelo tradicional das associações de magistrados, que passavam de clubes de serviços voltados à confraternização, para um braço político e institucional da magistratura.

O ministro afirmou que durante sua gestão buscou reforçar a ideia da democratização interna do Poder Judiciário, conseguindo implementar algumas mudanças. Um exemplo foi a possibilidade de a associação ter voz nos órgãos especiais e que a promoção de juízes fosse baseada em critérios objetivos e com voto fundamentado.

Por fim destacou que a Amaerj, além de reivindicações por benefícios, atua para garantir direitos efetivos ao Poder Judiciário.

A associação foi fundada em 29 de novembro de 1991, a partir da fusão da Associação dos Magistrados Fluminenses (AMF), criada em 1954 e sediada em Niterói, com a Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (Amarj), surgida em 1958.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2021, 9h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/06/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.