Consultor Jurídico

Lançamento suspeito

Grupo Prerrogativas lança livro sobre parcialidade do ex-juiz Sergio Moro

Por 

A jornada de suposto herói nacional a condenado do ex-juiz federal Sergio Moro se tornou foco de uma trilogia, publicada pela Editora Telha em 2020 com o inaugural O Livro das Suspeições. Agora, a série continua com O Livro das Parcialidades, que por sua vez revela detalhes acerca dos interesses e atitudes da figura através de 28 textos, escritos por 38 autores.

Coletânea de 28 textos estuda o papel de Moro na "lava jato" e no julgamento de Lula

As coletâneas são organizadas pelo Grupo Prerrogativas (Prerrô), que afirma saber, desde 2013, o "claro objetivo político" da operação "lava jato". Segundo os integrantes, o julgamento de Lula e seus métodos atingiram não só o réu como também "a credibilidade de toda a Justiça brasileira".

Os textos destrincham o uso do lawfare (uso político do Direito contra adversários) desde o início do consórcio de Curitiba, assim como as mutações que ela sofreu ao longo do tempo. Marco Aurélio Carvalho, coordenador do Prerrô, diz que "o grupo nasceu da indignação, alimentou-se com a troca de ideias e cresceu com o propósito de apresentar contrapontos e fazer um registro histórico desse momento da vida brasileira".

Livro:  O Livro das Parcialidades
Organizadores: Carol Proner, Fabiano Silva dos Santos, Lenio Streck e Marco Aurélio de Carvalho (Grupo Prerrogativas)
Editora: Telha
Páginas: 244
Preço: R$ 65,00
Site: https://editoratelha.com.br/product/o-livro-das-parcialidades/




Topo da página

 é estagiário na revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 24 de maio de 2021, 21h22

Comentários de leitores

1 comentário

Parcialidade

Jorge Harley Garcia (Advogado Assalariado - Civil)

Vou comprar o livro sobre o tema. Devo adiantar que os magistrados estão seguindo foro íntimo previsto no artigo 145 do CPC em cadeia para expulsar da comarca o advogado que deles discordar. Nova modalidade de abuso de autoridade.

Comentários encerrados em 01/06/2021.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.